Intolerância

8 Flares Twitter 3 Facebook 3 Google+ 2 8 Flares ×
Intolerância

Nas últimas semanas a imprensa brasileira tem mostrado uma série de assassinatos contra moradores de rua. Esses crimes são caracterizados como crimes de intolerância.

Os crimes de intolerância, também chamados de crimes motivados pelo preconceito, são delitos cometidos quando o criminoso seleciona intencionalmente a vítima em função de esta pertencer a certo grupo.

As razões mais comuns são o ódio contra a vítima em razão de sua raça, religião, orientação sexual, espécie, deficiência física ou mental, etnia ou nacionalidade.

Os crimes de ódio moldaram e influenciaram a história. Seu retrospecto remonta à perseguição dos cristãos pelos romanos, à “solução final” de Adolf Hitler contra os judeus, à limpeza étnica na Bósnia e o genocídio em Ruanda.

Nos Estados Unidos, os exemplos incluem violência e intimidação contra os americanos nativos, o linchamento de negros e o incêndio de cruzes pela Ku Klux Klan, agressões a homossexuais.

No Brasil, as leis sobre crimes de ódio dão enfoque ao racismo, à injúria racial e ainda outros crimes motivados pelo preconceito, tais como os assassinatos praticados por grupos de extermínio e o crime de genocídio.

Em 2008 o governo federal brasileiro anunciou a liberação de recursos para incentivar os estados a criarem delegacias especializadas no combate aos crimes raciais, nos moldes da delegacia da mulher.

No estado de São Paulo, funciona desde 2006 a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI), vinculada ao DHPP.

E você, o que acha dessa situação? Deixe sua opinião nos comentários.

Autor: Marcio Jung

Inteligente, simpático, perfeccionista, tem 33 anos. Escreve poesias e contos, já publicou uma poesia, gosta de rock, literatura fantástica, história, astronomia e questões relativas ao mundo do sobrenatural, exceto târo e horóscopo.

Compartilhe esse post

1 Comentário

  1. Essa doença que deixa a sociedade com os olhos vendados. Pura ignorancia de uma sociedade em geral diante ao preconceito. Não podemos simplismente, atiar fogo em um morador de rua, quebrar lampada em um homossexual, ignorar nordestino, ser racista com um negro. Parece que as pessoas que sofrem dessa doença(preconceito/racismo), estão voltando a um século passado. Vamos viver e deixar que as pessoas escolham seu estilo de vida, sejam livre para fazer o que desejam.
    Se são tão violentos com atitude e convardia, por que não começam a lutar contra as drogas, estuprador, bandidos… etc.
    Vamos agir como ser humano normal, não com um bicho… liberdade para todos!

    Responder

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

8 Flares Twitter 3 Facebook 3 Google+ 2 8 Flares ×